Shawn Mendes
Download

    • Lyrics [Charlie Brown Jr - Música Popular Caiçara (DVD Oficial)].
    • Muita gente riu de mim
      Quando eu disse que podia fazer o que quisesse da minha vida
      Foram muitos anos de vivência,
      Muitos baldes de água fria na cabeça
      Muitos goles a mais, alguns passos para trás
      Só flagrando a cena
      Eu aprendi o bastante pra poder sorrir
      Pois ainda estou aqui, tentando conquistar o meu espaço
      Com muito pouca condição
      Mas a cabeça não abaixo
      Sou Charlie Brown, meu irmão
      (TCHAROLLADRÃO)

      E o que tenho de bom é do melhor
      Sou o que sou, sei porque sou
      Aonde estou e o que quero
      Sei com quem devo estar
      E o que da vida espero
      Tribo que não tem medo do perigo skatista,
      vagabundo, batizado, favelado
      muitas vezes culpado sem ser julgado
      Passei por isso, da vida sei o que espero, yeah

      Deixe estar, que eu...que eu sigo em frente
      Deixe estar, que eu...que eu sigo em frente
      Deixe estar, que eu...que eu sigo em frente
      Deixe estar, que eu...que eu sigo em frente

      Quer falar, já falou, vou falar, já falei
      Quer falar com o pai véio, fala agora
      Pai véio quer ir embora!

      Muita gente riu de mim
      Quando eu disse que podia fazer o que quisesse da minha vida
      Foram muitos anos de vivência,
      Muitos baldes de água fria na cabeça
      Muitos goles a mais, alguns passos para trás
      Só flagrando a cena
      Eu aprendi o bastante pra poder sorrir
      Pois ainda estou aqui, tentando conquistar o meu espaço
      Com muito pouca condição
      Mas a cabeça não abaixo
      Sou Charlie Brown, meu irmão
      (TCHAROLLADRÃO)

      E o que tenho de bom é do melhor
      Sou o que sou, sei porque sou
      Aonde estou e o que quero
      Sei com quem devo estar
      E o que da vida espero
      Tribo que não tem medo do perigo skatista,
      vagabundo, batizado, favelado
      muitas vezes culpado sem ser julgado
      Passei por isso, da vida sei o que espero, yeah

      Deixe estar, que eu...que eu sigo em frente
      Deixe estar, que eu...que eu sigo em frente
      Deixe estar, que eu...que eu sigo em frente
      Deixe estar, que eu...que eu sigo em frente

      ah yeah...

      Deixe estar, que eu...que eu sigo em frente
      Deixe estar, que eu...que eu sigo em frente
      Deixe estar, que eu...que eu sigo em frente
      Deixe estar, que eu...que eu sigo em frente

Inscreva-se em nossos canais: YouTube: http://goo.gl/DD179x Facebook: http://goo.gl/lYxYdW Twitter: http://goo.gl/ygmz7w Instagram: http://goo.gl/yvqfB8 Spotify: http://goo.gl/UQmq9R # Adquira o áudio em qualidade superior: iTunes: http://goo.gl/52JjKY 00:00 Pipeline 01:57 Resolve o meu problema aí 02:43 O coro vai comê 04:38 Rubão (O dono do mundo) 07:10 Tudo que ela gosta de escutar 09:40 Me encontra 12:59 Pontes indestrutíveis 16:01 Te levar 18:43 No passo a passo 20:24 Hoje eu só procuro a minha paz / lutar pelo que é meu 25:12 Só os loucos sabem 28:24 Dias de luta, dias de glória 31:30 Descubra o que há de errado com você 33:10 Coração satânico 37:42 Papo reto (Prazer e sexo o resto é negócio) 41:37 Me deixa 47:06 Não é sério 52:25 Tudo pro alto 55:32 Quinta-feira 57:37 Proibida pra mim (Grazon) 1:01:27 Longe de você 1:05:07 Hoje eu acordei feliz 1:08:05 Ela vai voltar (Todos os defeitos de uma mulher perfeita) 1:11:09 Lugar ao sol 1:14:27 Parta a mil 1:15:55 Mantenha a duvida e espere até ouvir falar de nós 1:19:01 Não deixe o mar te engolir Música Popular Caiçara é um álbum ao vivo da banda de rock Charlie Brown Jr., lançado em Maio de 2012 pela Radar Records, em CD produzido por Liminha, DVD e Blu-ray dirigido por KondZilla. É o último álbum lançado com o vocalista Chorão em vida. Charlie Brown Jr. (também abreviada como CBJR) foi uma banda brasileira formada em Santos no ano de 1992. Misturou vários ritmos como o rock, hardcore, o reggae, o rap, o skate punk, criando um estilo próprio. Suas letras fizeram críticas à sociedade da perspectiva do universo jovem contemporâneo. Todos os membros da banda eram naturais da cidade de Santos, exceto o vocalista Chorão, que nasceu em São Paulo. Em 1987, o então adolescente paulistano de apenas dezessete anos de idade Alexandre Magno ouvia muito a banda Pretensão Salarial e se mudou para Santos, litoral de São Paulo, após uma infância difícil e traumática. Era mais conhecido pelo apelido de Chorão, passou a se interessar pela prática do skate. Um dia, em um bar local, substituiu por acaso o vocalista de uma banda, quando o mesmo precisou se ausentar devido a necessidades fisiológicas. Uma pessoa da plateia, ao vê-lo cantar, convidou-o para ser vocalista em sua banda. Quando o baixista da referida banda saiu, Chorão veio a conhecer Champignon, o novo baixista, uma criança de apenas doze anos na época, formaram então a banda What's Up. Tempos depois, Chorão e Champignon decidiram convidar o baterista Renato Pelado, egresso de bandas da cidade como Ecossistema, Jornal do Brasil, entre outros projetos. Mais tarde, Marcão e Thiago Castanho completaram a primeira formação da banda Charlie Brown Jr. A banda, ainda sem nome, continuou a se apresentar na cidade. "Fundei e batizei a banda com esse nome em 1992. Foi uma coisa inusitada. Trombei (literalmente) com uma barraca de água de coco que tinha o desenho do Charlie Brown, aquele personagem do Charles Schulz, mais conhecido por ser o dono do Snoopy. E o "Jr" é pelo fato de sermos filhos do rock", se explica Chorão pelo fato de a banda se considerar "filha" de uma geração de músicos e bandas como Raimundos, O Rappa, Nação Zumbi, e Planet Hemp. A sonoridade do grupo tinha influências de grupos como Blink 182, Sublime, Bad Brains, 311, Rage Against The Machine, NOFX e Suicidal Tendencies. Misturando hardcore, skate, reggae e ska. O vocalista da banda, Chorão, era skatista, chegando a figurar nas melhores posições do ranking de diversos campeonatos brasileiros, e costumava apresentar-se nos shows em cima de um skate. Por volta de 1993, já com esta formação da banda, começaram a tocar no circuito underground de Santos e São Paulo e a fazer shows em vários eventos de skate. As primeiras apresentações do quinteto aconteceram em Santos e São Paulo, especialmente em campeonatos de skate. Uma fita demo foi entregue a Rick Bonadio, presidente da Virgin Records no Brasil e produtor dos Mamonas Assassinas, que se interessou pelo grupo e os contratou. De uma demo de três faixas surge o primeiro disco do grupo, produzido por Tadeu Patolla e Rick Bonadio com o selo da Virgin. Nasce então o álbum Transpiração Contínua Prolongada, título que segundo a banda retratava tudo que passaram para chegar onde chegaram. O disco vendeu por volta de 500 mil cópias e trazia uma forte influência também do Punk. Foi bem recebido pelas rádios, que executaram faixas como "O Coro Vai Comê!", "Proibida pra Mim (Grazon)", "Tudo que Ela Gosta de Escutar" e "Gimme o Anel". Na época, o baixista Champignon era menor de idade. Consequentemente, sempre que a banda se apresentava em casas noturnas, era necessária uma autorização judicial para que o jovem baixista acompanhasse o grupo.

Charlie Brown JrMúsica Popular CaiçaraCHORÃOMAGNATAjovemjovensskateRock And Roll (Musical Genre)juventudeChampignonMúsica BrasileiraMúsica BrasileñaBrazilian MusicRockcharlie brown jr ceu azulcharlie brown jr musica popular caiçaraestiloestilo de vidamusica boa ao vivomusica boa+músicaBO7854462CA54624